quinta-feira, 29 de junho de 2017

Minotauros pra Pathfinder RPG

"Jamais imaginei que poderia existir alguém tão forte e resoluto. Ele tinha quase dois metros de altura, seus chifres eram do tamanho de uma espada pequena e deveria pesar o mesmo que dois homens, mas a sua disciplina e o seu discernimento estratégico era o que mais assustava."
–Alexia, a exploradora, ao ver um minotauro pela primeira vez.

Os minotauros são uma das raças tradicionais do cenário de tormenta, que está presente desde seu início, eles se diferenciam muito dos minotauros apresentados em outros mundos, por serem mais civilizados e respeitados.
Eles foram adaptados para edição 3.5 no Guia do Jogador (TD20 : Guia Do Jogador, p 28), onde apresentava uma versão reduzida do minotauro selvagem visto no livro dos monstros 3.5, a raça não possuía os dados de vida adicionais e algumas das características do minotauro selvagem, mas ainda assim detinha de um ajuste de nível de +2.
Logo abaixo está a revisão da raça usando o padrão estabelecido pelo Pathfinder RPG, e regras de criação apresentadas pelo suplemento Advanced Race Guide (é possível encontrar as regras aqui no Reference Document [Em Inglês]) de Pathfinder RPG que traz a possibilidade de o mestre desenvolver uma raça usando um esquema chamado de Race Points que medem o nível de poder de uma raça e custos das habilidades. A raça ainda usa o antigo padrão de nível de ajuste de nível que será discutido em uma matéria futura.

DETALHES E CARACTERÍSTICAS

Os minotauros artonianos possuem um reino próprio (Tapista), e são a raça não-humana mais numerosa e influente do reinado.
Eles são humanoides de grande estatura (beirando a quase dois metros de altura) com corpos humanos musculosos e cabeças bovinas. Alguns até apresentam cascos bipartidos no lugar de pés (assim como os animais bovinos), mas essa não é a regra geral.
Essa raça não possui fêmeas, para reproduzir, eles geralmente se acasalam com escravas humanas ou semi-humanas. O bebê quando menina será humana e quando menino será um minotauro.
Em Arton, os minotauros não são vistos como monstros, mas como uma raça civilizada, marcial e de cultura avançada.
A sua sociedade é bastante militarizada, onde tudo gira em torno de orgulho, honra, força e glória em combate. Eles valorizam tanto a força, quanto a mente. Apreciam esportes, competições e combates em arena.
Os minotauros acreditam muito na filosofia de que a força é poder, mas não apenas a bruta força física, mas na capacidade de tomar decisões e vencer obstáculos ou adversários que se interponham entre você e o objetivo. Para eles, alguém só é merecedor de algo se estiver disposto a lutar por isso e provar seu valor.
Apesar dessa ideologia marcial, a personalidade dos minotauros gira em torno de honra. Para eles a lealdade é a forma mais comum de expressar sua honra, manter uma palavra ou cumprir seu dever.
Uma vez dada a palavra, um minotauro dificilmente voltará atrás, mesmo que isso signifique colocar em risco a sua vida.
Minotauros possuem pavor por altura, eles não se sentem seguros quando estão em locais mais alto sdo que conseguiriam alcançar com suas mãos, e dificilmente aproximam-se de janelas ou beiradas de lugares altos.

TRAÇOS RACIAIS DOS MINOTAUROS ARTONIANOS

+4 de Força, +2 de Constituição e -2 de Carisma. Os minotauros são muito fortes e resistentes, mas também são rudes.
Tipo: Humanoide Monstruoso.
Tamanho Médio: Sendo criaturas de tamanho médio, não recebem bônus e nem penalidades devido ao seu tamanho.
Deslocamento: O deslocamento básico dos Minotauros é de 9 metros.
Visão no Escuro: Os Minotauros conseguem enxergar até 18 metros no escuro. (Pathfinder: Livro Básico, p. 172).
Arma Natural: Chifres (1d6 mais modificador de Força, Critico: x2, tipo de dano: perfuração).
Investida poderosa: Quando um minotauro faz um ataque de investida com os chifres, ele causa um dano de 2d6 + (x1,5 do modificador de força).
Armadura Natural: Os minotauros possuem um couro rígido que oferece +2 de armadura natural.
Medo de altura: Caso tenha que subir qualquer superfície superior a 3m (ou se estiver a até 3m de uma queda desta altura), um minotauro sofre penalidade de –4 em suas jogadas de ataque, testes de perícia e testes de resistência.
Lógica Labiríntica: Todos os minotauros recebem gratuitamente o talento regional Lógica Labiríntica mesmo que não seja nativo de Tapista.
Faro: Devido ao seu olfato apurado, os minotauros detectam automaticamente a presença de criaturas a até 9m através do odor. E recebem um bônus de +4 nos testes de sobrevivência para rastrear usando o faro. (Pathfinder: Bestiário I, p. 301)
• Familiaridade com Armas: Os minotauros são proficientes com machados de batalha, espadas e lanças. E tratam qualquer arma com a palavra “Táurico” em seu nome como uma arma marcial.
Idiomas Básicos: Minotauro e Valkar. Idiomas Adicionais: Élfico, Goblin, Gigante, Orc, Gnoll e Silvestre.
• Ajuste de Nível: +1

Bastidores
Aqui encontram-se os cálculos raciais utilizados para desenvolver essa raça, todos eles seguem as regras do Advanced Race Guide cuja a referência pode ser encontrada aqui.
Type: Mostrous Humanoid (3RP)
Size: Medium (0RP)
Base Speed (0RP) = [Normal Speed]
Language: Standard (0RP)
Ability Score: Specialized (1RP) = [+2 Str, +2Con and -2 Car]
TRAITS
Advanced Strengh (4RP): [+2 Str]
Darkvision (FREE): 60 feet
Natural Armor (2RP): [+1]
Improved Natural Armor (1RP): [+1]
Powerful Charge (2RP): [2d6 + Str + ½ Str]
Static Bônus Feat (2RP): [Lógica Labiríntica]
Fear (-3RP): [Medo de Altura]
Sent (4RP): [Faro]
Condicional Bônus (2 RP): [+4 Survival]
Weapon Familiarity (2 RP)
TOTAL: 20 RP. [Ajuste +1]

Arte Original: Paul Bonner

Nenhum comentário:

Postar um comentário